Só Templates

FACEBOOK

Bru

TWITTER

Bru

BLOGS

Power of Steel



sexta-feira, 20 de novembro de 2009








A música no Chipre inclui uma variedade de gêneros clássicos e populares, influenciados pela diversa cultura que formam o país.
Chipre mudou muitas vezes de “mãos” (no sentido de invasões e colonizações) antes da era medieval, e foi um território importante da cristandade e da civilização européia durante as cruzadas.
Essa história “tumultuosa” do Chipre fez com que fossem introduzidas uma grande variedade de estilos, incluindo a música da Armênia, da França, da Grécia e dos árabes.
A ilha foi considearada um grande ponto cultural europeu de 1359 a 1432.
Durante esse “pico”, Pierre I de Lusignan fez uma excursão de três anos pela Europa, trazendo com ele um pequeno número de músicos que impressionaram tanto Charles V de Rheims, que este acabou doando 80 francos em ouro para eles.


Concerto musical em Kyrenia



Pierre trouxe com ele a nova música francesa, e por isso os músicos franceses tornaram-se bem conhecidos no Chipre, principalmente na cidade de Nicosia, o que fez com que iniciasse uma grande evolução na música cipriota.
Além disso, na região influenciada pela cultura grega, a música folclórica da Grécia é bem presente, principalmente caracterizada pela forte marcação de violinos e foles.


Concerto musical militar no Chipre



A abadia de Bellapais em Kyrenia, norte do Chipre, que por muito tempo pôde somente testemunhar antigas canções tradicionais, hoje hospeda concertos modernos e clássicos, concertos estes que ocorrem entre abril e maio.
Salamis, em Famagusta também é um local conhecido por famosos concertos musicais. Além da influência grega, sabe-se também da importância da introdução turca à cultura local, através de canções folclóricas, musicas militares e também hinos otomanos, que é uma “prole” das tradições árabes e persas.


Fonte:en.wikipedia.org
Imagens Google

5 comentários:

Elisa no blog disse...

Bru,
falei de vc no meu blog hoje, vc viu?
Muito interessante esse post sobre Chipre. Não conhecia nada de lá.
bj

Raquel disse...

Oi mininas...que canseira heim????

Finalemtne um tempinho pra vim ver o Farofa
Eu n sou muito fã de musica folclorica, ainda mais uma que eu n vou entender bulhufas.

To com saudade de passar tempinho vendo coisas pela internet

Bjim,bom findy

Cristin disse...

Que legal....não sabia nada sobre Chipre....amei seu post!
Bj flor

Desabafando disse...

Fiquei curiosa pra escutar...não tem video não? rsrsrs..

Leo Yk disse...

Ei, psiu..aqui....hehehe!
Ahh...eu demoro mas sempre vou aparecer..mesmo que deixe de vez o QZ, sempre vou aparecer...!

Eu quase não conheço o folclore brasileiro,quem dirá o europeu...O bom do Farofinhas,é que além de ser divertido, a gente aprende um bocado..e passa fome também quando vcs duas resolvem falar de gordices européias....xDD

Mas ta valendo!
Mtas saudades das duas!
Bjãoo!!

Blog Widget by LinkWithin