Só Templates

FACEBOOK

Bru

TWITTER

Bru

BLOGS

Power of Steel



terça-feira, 24 de novembro de 2009








OS TREZE PAPAI-NOÉIS ISLANDESES


A partir de hoje faremos diversos posts sobre o Natal, a europa é rica em tradições natalinas, então informações não vão faltar. Confesso que eu (Bru) já gostei mais de Natal, hj tenho custado a entrar no clima, porém eu acho tudo lindo hehehe. O post de hoje é o primeiro de mais 13, isso mesmo, vai ser uma série que vai se desenrolar ao longo desse e do prôximo mês, logo vocês entenderão porque.

A LENDA

As tradições natalinas na Islândia são bem interessantes. Enquanto as crianças do resto da Europa e dos países ocidentais esperam pelo presente que o Papai Noel vai trazer na noite do natal, na Islândia essa tradição do Papai Noel não existe. Os presentes que as crianças recebem na véspera do natal são do pais e da família, e as crianças não esperam que nenhum bom velhinho desça pela chaminé. Pelo menos não um só, e não um que seja bonzinho.


Uma lenda muito antiga conta à respeito de uma mulher troll que mora nas montanhas das terras altas. Essa horrenda mulher troll, chamada Grýla, tem na época do natal um apetite voraz por crianças, especialmente, dizem os pais de crianças pequenas, por crianças mal comportadas.


A menção mais antiga de Gryla é num manuscrito do século XIII. Até os dias de hoje, todas as crianças conhecem bem a história dessa terrível troll, que tem cascos ao invés de pés, e em algumas histórias três cabeças e olhos até nas costas para não deixar nenhuma criança escapar.

Essa figura medonha é a mãe de 13 duendes que nas histórias mais antigas pregavam peças nos fazendeiros durante os meses de inverno. Mais recentemente, desde o século XIX, esses duendes passaram a ser representados com características mais próximas ao Papai Noel que conhecemos no Brasil, muito provavelmente devido à influência estrangeira mesmo. Eles passaram a ser chamados em islandês de jólasveinarnir, algo como "os homens do natal".


Cada um destes 13 papai-noéis desce das montanhas e visita todas as casa na Islândia, um por vez, nas treze noites antes do natal. Em cada casa que eles visitam, cada um se comporta de maneira diferente ainda parecida com as lendas mais antigas, pregando alguma peça ou muitas vezes comendo alguma coisa.


As crianças islandesas deixam um sapato na janela nessas 13 noites antes do natal, e cada um desses 13 papai-noéis deixa no sapato um brinquedinho para crianças que foram bem comportadas, ou uma batata para crianças mal comportadas.

Ah nada melhor que a Islândia para fabricar lendas, amo todas que eu conheço hehehe, e desde que eu vi essa série de posts no Vida na Islândia, eu fiquei louca para colocá-las aqui também!!

Fonte:Vida na Islândia e Google Imagens.

5 comentários:

Desabafando disse...

Que legal...rsrsrs...adorei isso...13 noites de presentes, 13 papais noeis...rsrsrs....

Eu gosto do clima natalino e estou ansiosa pelos próximos posts!

Julianna Steffens disse...

Nossa que legal, não sabia disso.. e olha que já li trocentos livros irlandeses.. adorei

Bah disse...

Nossa, que sinistro essas imagens do Papai Noel. Uma coisa que eu acho é que as celebrações costumeiras não combinam com o Br. Acho uma judiação com os velhinhos terem que se vestir em pleno verão. Aquelas mesas enfeitadas com neve artificial, cores quentes... afff... eu gosto por causa da ceia mesmo, confesso rs... mas papai noel.. nunca acreditei pq sempre via meu pai escondendo o presente rs...

Kisu!

Ma Nascimento disse...

Oi linda passando pra te agradecer pelo apoio e dizer que tbm torço por ti viu?

BeijOkas imensas!

Elisa no blog disse...

Gosto muito do Natal , mas não conhecia essas histórias da Islândia, dos 13 papais noéis, da trol horrenda. Achei muito legal.

Blog Widget by LinkWithin