Só Templates

FACEBOOK

Bru

TWITTER

Bru

BLOGS

Power of Steel



sábado, 24 de outubro de 2009








BANDEIRAS EUROPÉIAS - PARTE III (E, PENÚLTIMA...RS)


Particularmente, eu (Cinthia)achei até o momento, a bandeira mais simbólica, a da Irlanda.
Mas, como muitos de vocês já disseram aqui, nada como a do nosso país, que pode ser, graças a toda nossa riqueza natural, muito mais colorida do que a grande maioria ;)
Fazendo este post, lembrei de uma aula da faculdade, sobre teoria da cor. Uma curiosidade que não tem relação com bandeiras, mas, é bem legal saber, é que pesquisas dizem que brasileiros conseguem perceber 7 tonalidades de verde a mais do que qualquer outra nacionalidade, justamente por causa da nossa vasta natureza e dna que ao longo do tempo foi se "ajustando" à paisagem do país, e que, os esquimós, conseguem ver 8 tons de branco a mais do que qualquer outro grupo étnico no mundo também.
E agora sim, a penúltima parte das bandeirinhas!





Geórgia: A bandeira vermelha com duas listas horizontais – branca e preta – tornou-se oficial em 1991, quando a Geórgia proclamou a sua independência.





Grécia: As nove faixas em azul e branco representam as nove sílabas do lema nacional “ Liberdade ou morte “. A cruz simboliza o triunfo do cristianismo.





Holanda: A Prinsenvlag ( bandeira do príncipe ), em homenagem a Guilherme de Orange, surgiu no século XVI. Depois, o vermelho substituiu o laranja.





Hungria: De acordo com a tradição, a bandeira atual foi adaptada durante a revolução de 1948. O vermelho simboliza força, o branco, fidelidade e o verde, esperança.





Irlanda: O verde simboliza os católicos; o laranja representa os protestantes do Norte; o branco faz referência à esperança de paz entre ambos. Estas cores foram pela primeira vez usadas pelo Movimento da Juventude Irlandesa, Young Ireland movement em 1848. Veio a ser usada novamente em 1916 durante a “Easter Rising”. O verde simboliza a história Gaélica e a seção Anglo-normanda (católicos romanos) do país. O laranja relembra a seção protestante e apoiantes de William of Orange. O branco, simboliza e evoca a paz entre os dois: protestantes e católicos.





Islândia: O branco e o azul são as cores tradicionais da Islândia. A cruz refere-se aos vínculos históricos com as nações escandinavas.





Itália: A bandeira tricolor é inspirada na insígnia revolucionária francesa. A mudança do azul para o verde teria sido sugestão de Napoleão Bonaparte.





Kosovo: A bandeira do Kosovo representa o carácter multi-étnico do país. 6 estrelas brancas; a silhueta do país sobre o fundo azul.





Letônia: A bandeira da Letónia teve origem na Idade Média, embora as suas cores e proporções atuais tenham sido adaptadas em 1928.





Liechtenstein: O azul representa o céu, e o vermelho evoca o brilho das fogueiras ao anoitecer. A coroa simboliza a unidade entre o povo e a Casa dos Príncipes.





Luxemburgo: As cores têm origem no escudo do país: um leão vermelho sobre um campo, com faixas nas cores branco e azul.





Lituânia: A bandeira foi adaptada em 1989. O amarelo identifica-se com a agricultura; o verde, com os bosques; e o vermelho, com a luta pela liberdade.


Fonte:www.wikipedia.com
Imagens Google

8 comentários:

Elisa no blog disse...

Legal a série sobre as bandeiras, sempre tive curiosidade.

No meu último post citei vocês e tem uma pergunta lá. vcs leram?

bj

Gesiane disse...

Ah sim para mim a nossa bandeira é uma das mais lindas e criativa... estas européias são muitas só estas listrinhas, não sem graça!!!

Adorei a curiosidade da tonalidade das cores... deve ter a ver mesmo!!!

Beijos

pequena disse...

Poxa adorei saber sobre as bandeiras gostei bastante da primeira rsss

bjocas amiga e bom domingo!

Blog do Óbvio disse...

O interessante é voces contares o porque do desenho de cada bandeira. Muito bom. Beijos. Manoel.

ana disse...

Puxa, não conhecia a bandeira de Kosovo... É meio estranho ver na bandeira o mapa do país, mas por terem passado por tantos problemas e guerras, vale a pena honrar cada pedacinho de terra.
bjooo!

Desabafando disse...

Muito legal..dessas eu só conhecia uma! E é impressionante como cada bandeira tenta traduzir algo do país não?

Desabafando disse...

Aliás, fiquei cá pensando: de onde surgiu essa tradição de cada país ter uma bandeira que o represente? Deve ser algo muito, muito antigo não?

Bah disse...

Se fosse fazer uma gincana de adivinhações da bandeira, eu chamava vcs pro meu time... certeza! rs... Uma curiosidade, apesar de alguns leitores ou a maioria deles saberem o pq, mas de onde surgiu a ideia de falar sobre a cultura em sua maioria europeia? Vcs estiveram lá? Sempre vão?

Kisu!

Blog Widget by LinkWithin