Só Templates

FACEBOOK

Bru

TWITTER

Bru

BLOGS

Power of Steel



sábado, 30 de maio de 2009








ESPECIAL ANJOS E DEMÔNIOS- PARTE 2

Quero agradecer a boa repercurssão deste especial, prometo tentar fazer mais coisas similares, inclusive aceito sugestões ^^Agora vamos a nossa segunda parada =D

A ELÍPSE WEST PONENTE, OU RESPIRO DE DIO, NA PRAÇA DE SÃO PEDRO - ELEMENTO AR

PRAÇA DE SÃO PEDRO

A Praça de São Pedro (em italiano Piazza di San Pietro) situa-se em frente à Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foi desenhada por Bernini no século XVII em estilo clássico mas com adições do barroco. Ergue-se um obelisco do Antigo Egipto no centro.


O estilo clássico pode ser apreciado na colunata dórica que enquadra a entrada trapezoidal para a Basílica e a grande área oval que a precede. A parte oval da praça reflecte o estilo barroco, próprio da época da Contra-Reforma.

O obelisco central tem 40 metros de altura, incluindo a base e a cruz no topo. Data do século XIII a.C. e foi trazido para Roma no reinado do imperador Nero. Está no lugar actual desde 1585 sob ordem do Papa Sisto V. Bernini complementou a colocação do obelisco com uma fonte em 1675. Foi preciso mais de novecentos homens para erguê-lo.

Obelisco da Praça São Pedro

Quase todos os visitantes que chegam ao Estado do Vaticano visitam primeiro a Praça, uma das melhores criações de Bernini, que o romancista francês Stendhal chamou "a arte da perfeição". Quando em 1656 Bernini recebeu o encargo do Papa Alexandre VII de aperfeiçoar a praça diante da basílica de São Pedro, esta era enorme, retangular, com piso de terra. Levava ao bairro vizinho do Borgo e não tinha adornos, exceto uma fonte e o obelisco egípcio instalado em 1586 por Domenico Fontana, incluídos na remodelação. Por exigência do papa, os peregrinos deveriam ser capazes de entrar e olhar o balcão central do qual o papa dava, e ainda dá, sua bênção "urbi et orbi" (à cidade e ao mundo).

Bernini desenhou sua obra-prima imaginando dois espaços abertos conjuntos. O primeiro, a Piazza Obliqua, tem forma de um elipse rodeada por colunatas (quatro enormes fileiras de altas colunas dóricas) que se abrem como num grande abraço maternal e simbolizam a Igreja Mãe. Há um corredor largo, entre elas, pelas quais passam automóveis, e duas aberturas mais estreitas para pedestres. O pavimento tem pedras brancas que marcam caminho até o obelisco central, montado sobre quatro leões de bronze. Tradicionalmente, o obelisco representa o elo entre a antiguidade e a cristandade, pois se diz que as cinzas de César descansam em sua base e uma relíquia da Santa Cruz está escondida no topo. Dos dois lados, há duas fontes em bronze, com bases de granito. O segundo espaço, a Piazza Retta, imediatamente a seguir e bem frontal à basílica de São Pedro, é um espaço trapezoidal que aumenta ao encostar na praça, diminuindo assim numa ilusão de ótica a amplidão da fachada. O edifício à direita abriga o Palácio Apostólico, que leva à "Scala Regia", a escadaria cerimonial desenhada por Bernini.

Essa imagem é relativamente grandinha e dá pra ver com mais detalhes a praça, clique nela para aumentá-la.

Na praça, o Papa celebra Missa Pontifícia nas maiores festas da Igreja. 140 estátuas - santos e mártires, papas e fundadores de ordens religiosas - saúdam os peregrinos da balaustrada das colunas, que tem 17 metros de largura. O brasão e as inscrições evocam o Papa Alexandre VII, que encomendou a obra.

Um vídeo que mostra a praça:



A ELÍPSE WEST PONENTE, OU RESPIRO DE DIO



O relevo elíptico tem 90 centímetros, e mostra um anjo rudimentar, uma representação do vento oeste com um semblante de anjo, Bernini desenhara um vigoroso sopro de ar, que vinha da direção do Vaticano- O sopro de Deus. Esse era o tributo de Bernini ao segundo elemento, Ar, um zéfiro etéreo brotando dos lábios de um anjo.


Fonte:Livro Anjos e Demônios,Flickr,Wikipédia e Youtube.



3 comentários:

ana disse...

Adorei as dicas... Não sabia que as colunatas representavam a igreja mãe! Um dia conhecerei o Vaticano, com certeza!
bjs!

§♥Bruxa♥§ disse...

As fotos são maravilhosas!!!!! Eu tenho tanto o código da vinci quanto o anjos e demônios, ambos ilustrados, e é magnífico ver os locais citados no livro através das fotos... Eu já fui à França, pude conhecer o Louvre (mto citado no Código da Vinci) e posso garantir que nunca vi nada igual.

Beeeeeijos e obrigada por visitar o blog!
Aramantha

Déia disse...

Eu conheço o vaticano, lindo, maravilhoso, incrível...a noite então..um desbunde rs

Blog Widget by LinkWithin