Só Templates

FACEBOOK

Bru

TWITTER

Bru

BLOGS

Power of Steel



domingo, 14 de junho de 2009






FESTAS JUNINAS


Estamos no mês das festas juninas, e claro não podiamos deixar de postar a respeito, o post de hoje vai falar delas de maneira geral, ao longo do resto do mês focamos em alguns países em especial, esperamos que gostem ^^


As Festas juninas ou Festas dos santos populares (Lituano - Joninės) são celebrações que acontecem em vários países historicamente relacionadas com a festa pagã do solstício de verão, que era celebrada no dia 24 de junho, segundo o calendário juliano (pré-gregoriano) e cristianizada na Idade Média como "festa de São João". Essas celebrações são particularmente importantes no Norte da Europa - Dinamarca, Estónia, Finlândia, Letônia, Lituânia, Noruega e Suécia -, mas são encontrados também na Irlanda, partes da Grã-Bretanha (especialmente Cornualha), França, Itália, Malta, Portugal, Espanha, Ucrânia, outras partes da Europa, e em outros países como Canadá, Estados Unidos, Porto Rico, Brasil e Austrália.

Joninès em Plateliai na Lituânia

TRADIÇÕES

Origem da Fogueira
De origem européia, as fogueiras juninas fazem parte da antiga tradição pagã de celebrar o solstício de verão. Assim como a cristianização da árvore pagã "sempre verde" em árvore de natal, a fogueira do dia de "Midsummer" (24 de Junho) tornou-se, pouco a pouco na Idade Média, um atributo da festa de São João Batista, o santo celebrado nesse mesmo dia. Ainda hoje, a fogueira de São João é o traço comum que une todas as festas de São João européias (da Estônia a Portugal, da Finlândia à França). Estas celebrações estão ligadas às fogueiras da Páscoa e às fogueiras de Natal.

Juhannus- Fogueira na Finlândia

Uma lenda católica cristianizando a fogueira pagã estival afirma que o antigo costume de acender fogueiras no começo do verão europeu tinha suas raízes em um acordo feito pelas primas Maria e Isabel. Para avisar Maria sobre o nascimento de São João Batista e assim ter seu auxílio após o parto, Isabel teria de acender uma fogueira sobre um monte.

Balões
O uso de balões e fogos de artifício durante São João no Brasil está relacionado com o tradicional uso da fogueira junina e seus efeitos visuais. Este costume foi trazido pelos portugueses para o nosso país e ele se mantém em ambos lados do Atlântico, sendo que é na cidade do Porto, Portugal onde mais se evidência. Fogos de artifício manuseados por pessoas privadas e espetáculos pirotécnicos organizados por associações ou municipalidades tornaram-se uma parte essencial da festa no Nordeste, em outras partes do Brasil e em Portugal. Os fogos de artifício, segundo a tradição popular, servem para despertar São João Batista. Em Portugal, pequenos papeis sao atados no balão com desejos e pedidos escritos neles.

Balão em Porto- Portugal

O mastro de São João
O mastro de São João, conhecido em Portugal também como o mastro dos Santos Populares, é erguido durante a festa junina para celebrar os três santos ligados a essa festa. No Brasil, no topo de cada mastro são amarradas em geral três bandeirinhas simbolizando os santos. Tendo hoje em dia uma significação cristã bastante enraizada e sendo, entre os costumes de São João, um dos mais marcadamente católico, o levantamento do mastro tem sua origem, no entanto, no costume pagão de levantar o "mastro de maio", ou a árvore de maio, costume ainda hoje vivo em algumas partes da Europa.

Além de sua cristianização profunda em Portugal e no Brasil, é interessante notar que o levantamento do mastro de maio em Portugal é também erguido em junho e a celebrar as festas desse mês (o mesmo fenômeno também ocorrendo na Suécia, onde o mastro de maio, "majstången", de origem primaveril, passou a ser erguido durante as festas estivais de junho, "Midsommarafton"). O fato de suspender milhos e laranjas ao mastro de São João parece ser um vestígio de práticas pagãs similares em torno do mastro de maio. Em Lóriga a tradição do Cambeiro é celebrada em Janeiro. Hoje em dia, um rico simbolismo católico popular está ligado aos procedimentos envolvendo o levantamento do mastro e os seus enfeites.

O majstången no Midsommarafton na Suécia


A Quadrilha
A quadrilha brasileira tem o seu nome de uma dança de salão francesa para quatro pares, a "quadrille", em voga na França entre o início do século XIX e a Primeira Guerra Mundial. A "quadrille" francesa, por sua parte, já era um desenvolvimento da "contredanse", popular nos meios aristocráticos franceses do século XVIII. A "contredanse" se desenvolveu a partir de uma dança inglesa de origem campesina , surgida provavelmente por volta do século XIII, e que se popularizara em toda a Europa na primeira metade do século XVIII.

Veja neste Link uma Quadrille Francesa: http://www.flickr.com/photos/25016768@N02/3572255410/

A "quadrille" veio para o Brasil seguindo o interesse da classe média e das elites portuguesas e brasileiras do século XIX por tudo que fosse a última moda de Paris (dos discursos republicanos de Gambetta e Jules Ferry, passando pelas poesias de Victor Hugo e Théophile Gautier até a criação de uma academia de letras, dos belos cabelos cacheados de Sarah Bernhardt até ao uso do cavanhaque).

Noc Świętojańska= Noite de São João na Polônia

Fonte: Wikipédia e Flickr.



7 comentários:

Leo Yk disse...

Que coisa não? Quando se fala em festa junina, a gente acha, bom, eu pelo menos, que é uma festa brasileira pra se vestir de xadrez e colocar um chapéu de palha.Nunca fiz questão de saber suas origens e muito menos, que tem ligação com outros costumes e tradições de outros paises também.

Que vergonha, acho que a única coisa que eu associava a festas juninas, eram os comes e bebes! xD
Nunca pensei em festa junina dessa forma. Sempre em quentão, canjica, pamonha....só gordices xD

André disse...

oi
obrigado pela visita, volt sempre
até mais

Kelly Pinheiro disse...

Oi meninas,

Obrigada pela visita, adorei o blog e o nome também.

Beijos com carinho
Kelly Pinheiro

Luria disse...

NOOOOOOSSA nunca imaginei que na Finlândia comemorasse Festa Junina!!!! E descobri tantas outras coisas nesse post!!! Maravilhoso!

Beijos!

Nata disse...

Oii querida! Seu blog é muito lindo, já estou acompanhando! Fico mt feliz em saber que gostou do meu, acompanhe sempre pra ficar sabendo das novidades e promoções! beijoss

Chris disse...

Adoroooo festa junina!! E eu sempre pensei que fosse uma festa tipicamente brasileira! Alias, acho que abrasileiramos ne? Temos nas nossas festas uma peculiaridade que acho dificil ver em outros lugares do mundo...mas com certeza que ha esse tipode festa deve haver mesmo!
Bacana vc postar isso!

beijo

DECIO disse...

Adorei seu blogger, amo festas juninas, pena que aqui no Brasil os balões são proibidos, pois gostaria de deixar um video explicando com se faz os balões juninos, obrigado pela colaboração.

http://www.youtube.com/watch?v=-TKtiSu7Wv4
Decio

Blog Widget by LinkWithin