Só Templates

FACEBOOK

Bru

TWITTER

Bru

BLOGS

Power of Steel



segunda-feira, 10 de agosto de 2009






OKAIRINASAI: SEJA BEM VINDO!

Moro há quase 3 anos no Japão, na capital Tóquio, eu como uma descendente de japoneses jamais me imaginei morando aqui, no início o plano era ficar um ano e o tempo voou, e através do blog onde conto o dia-a-dia, as coisas esquisitas e bacanas da terra nipônica eu conheci a Bruna aqui do Farofa pela blogsfera e semana passada ela me fez um convite para estar escrevendo alguma coisa sobre o Japão. Pensei em várias coisas, mas o que veio na minha cabeça foi: “E se eu citar algumas diferenças entre a casa oriental X ocidental?”. Um dia desses a Bruna me perguntou como é o apartamento onde vivo, aí *plim* pensei na hora, vou escrever sobre como é o meu apERTAmento.

Primeiramente, vou explicar o título, a palavra okairinasai significa, seja bem vindo (welcome home), toda vez quando alguém chega em casa ou você entra na casa de alguém você vai escutar isso, e de volta responde: -“Tadaima”(leia-se tadaimá-voltei). Isso foi umas primeiras coisas que tive que me acostumar, apesar de eu ser descendente na minha casa não costumamos praticar os hábitos nipônicos, então faz de conta que eu não sabia de nada (e realmente não sabia nada mesmo!).


Ao chegar em qualquer casa, primeira coisa é tirar os sapatos e colocar uma suripa-slippers (esqueci em português). Lembrando que às vezes em dentista, consultórios, templos é preciso fazer o mesmo. Antes achava estranho esse hábito e agora eu até acho ótimo, mais higiênico assim aquele sapatinho com um chicletinho grudado na sola fica na entrada, não sujando o resto da casa.
O apartamento em que moro deve ter no máximo 40m2, 1 dormitório, 1 tatame, cozinha e um banheiro. Eu estranhei demais no começo achava super apertado, achava baixo até a altura das maçanetas, no início eu esbarrava em tudo, incluindo cabeçadas no lustre, mas depois eu tive a brilhante idéia de regular um pouco a altura. Depois de deixar os sapatos na entrada, temos o banheiro a esquerda:


Opa e essa torneirinha em cima da privada? Os japoneses têm o costume de lavar as mãos após as necessidades, a água da descarga passa primeiro por esse ralo, e esse produto azul serve para desinfetar a privada, prático não? Mas eu não me acostumei a usar essa torneirinha, eu prefiro lavar na pia mesmo.

E a direita a pia para escovar os dentes, e a máquina de lavar roupa, como faz falta um tanque para esfregar tênis ou aquela roupa. Há apartamentos que a máquina de lavar roupa fica do lado de fora ou na varanda.


E ao lado chuveiro e ofurô, estranhei a altura do chuveiro, mas hoje já me acostumei, os japoneses têm o hábito de preparar o ofurô todos os dias, principalmente no inverno ficam horas lá dentro, eu já não gosto pois tenho pressão baixa, desde que cheguei devo ter usado este ofurô quatros vezes no máximo e fora o meu tamanho XLG não me permite ficar de uma maneira confortável dentro.


E para dormir? Este apartamento deve ter sido construído na década de 90, mas nos atuais creio eu que o tatame é um opcional, nas contruções recentes percebi que não há o tatame. Eu me surpreendi logo que cheguei e vi que a maioria dos japoneses dormem no tatame e não possuem cama. Para vocês visualizarem montei um futon:




No cômodo do tatame tem as portas corridas e um armário, aqui a maioria das coisas tem um tamanho padrão portanto desde cortinas até papel para colocar dentro do armário é muito fácil comprar pois já seguem as medidas padrões.
Nos fins de semana é muito comum ver pelas varandas os futons tomando aquele sol para evitar a umidade, diversas vezes já acordei com o barulho das tiazinhas espancando os futons para tirar a poeira. Eu não costumo ter esse hábito, costumo colocar mais no verão e olhe lá.


Eu dormi no tatame um pouco mais de um ano, no começo achava legal a novidade, mas depois eu fui sentindo falta da cama que é claro mil vezes mais confortável. Quando saímos a procura de uma cama decente, fomos em diversas lojas japonesas, mas o tamanho máximo era menor que uma Queen size no Brasil, ou eles ofereciam duas camas de solteiro que poderiam ser “juntadas” com um velcro nas pontas, achei bizarro. Quando perguntei para a mulher da loja, por quê é difícil achar uma cama Queen ou King size ela me respondeu que primeiro por causa do espaço e segundo que os japoneses não têm o hábito de dormir na cama. No fim achamos uma cama Queen size em um home center chamado IKEA de origem sueca, é uma loja bacana pois segue o tamanho ocidental, grande, sabem o que quero dizer né? Depois colocamos a cama no quarto, não coube mais nada além da cama e a porta não fecha mais ;D.


E para finalizar a cozinha:
Temos uma mesa, eu não consigo comer sentada no tatame, apesar de que em propaganda e novela muitos japoneses gostam de fazer suas refeições no tatame. E não pode faltar a clássica panela elétrica de arroz, ah e o fogão aqui não existe fogão quatro bocas igual do Brasil e muito menos 6 bocas, mas eu como uma cozinheira meia boca, duas já bastam! E a pia que é super baixa, cada vez que eu tenho que lavar a louça é aquela dor nas costas.


Basicamente é isso, espero que tenham gostado! ;D

Luria- Blog: http://luriajp.blogspot.com/ . (Visitem o blog da Lu, ele é ótimoooo!!!)

P.s Thanx Lu pelo post, eu amei, tava super curiosa para conhecer seu lar, agora só falta ao vivo né? Assim que rolar um $ eu vou ai te enlouquecer com minhas fofuras rsrs. Gosto mto de ti mocinha ^^!

9 comentários:

Gesiane disse...

ADOREI conhecer a casa da Luria... bom, o problema de tamanho eu não vou ter... com meu tamanho "super little small". Esta torneirinha em cima da privada parece bem estranha, mas a idéia é legal!

Beijos meninas...

Dea アンドレア disse...

Adorei! Quase tudo parecido com o meu apt.
Se vc quiser tb te mostro aqui rs...
bjos

Dafne disse...

Eu também adorei esse intercâmbio, adoro o Japão e tenho vontade de um dia passar umas férias por lá!

Que venham outros posts sobre as diferenças culturais!
Beijos

Cacau disse...

Nossa, que interessante! Vários hábitos bem diferentes dos nossos. Mas só de pensar nesse aperto, fiquei com falta de ar..hahaha Adorei o ofurô e jamais me acostumaria a dormir em um tatame! bjinhos

Desabafando disse...

Eu como arquiteta adorei conhecer mais os hábitos japoneses....achei a torneirinha do vaso esquisita..rsrsrsrs.....e acho que teria dificuldades por aí, visto que sou alta, durmo em cama king size pra não ficar com os pés pra fora...não é desconfortável dormir em tatame? Me parece que se eu fizesse isso, acordaria quebrada no dia seguinte....adorei o post...

powerofsteel disse...

Massa....os habitos dos japoneses são bem fortes.... assim dizendo.

Legal a matéria......

Bru tu não passa mais no Discipline, pq ? ^^

Bjão e boa semana..........

Luis disse...

Diferenças existem no globo todo desuka?mas depois se metamorfoseiam.
arigatoo gozaimashita.
continue escevendo
Luis

Leo Yk disse...

Aiyaaaa !!

Gostei mesmo da idéia desse intercâmbio. Achei bem legal.

As casas do Japão são quase todas pré-moduladas né.Igualzinho de norte a sul! Acho impressionante. As pias, a cozinha, os banheiros e os quartos. Uma amiga achou o máaaaximo essa torneirinha e migrou a sua escova de dentes pra lá.Depois de muitas reclamações e tormentos, conseguimos fazer a doida mudar de idéia. Imagina, escovar os dentes na torneirinha da privada...cada louco!!

Verdade...no meu apê não tem tatame mas tem japa que procura os quartos de tatame.

Tem selinhos pra vcs no blog!!
bjoss garotas!

Cih_colorex disse...

Ás vezes eu sinto falta de um lugar menorzinho. Eu moro numa casona e muitas vezes não sinto o clima de aconchego.
Só nas férias que a casa fica cheia de primos é que sinto aquele "quente". Se é que me entende.
Adorei esse post! ;D
Kiss

Blog Widget by LinkWithin